• Ligue agora: +55 21 99101-7421
  • +55 21 3586-7421
  • antagus@antagus.com.br

SEPARADOR DE BATELADA, SISTEMA DE DRENAGEM AUTOMÁTICO

PorAndre Steiner

SEPARADOR DE BATELADA, SISTEMA DE DRENAGEM AUTOMÁTICO

Um dos maiores desafios da indústria de Óleo e Gás tem sido a determinação da quantidade de água em um tanque de petróleo.

A importância da determinação se deve a diversos fatores: Pagamento de Royalties somente pelo óleo, ampliação da capacidade operacional do tanque e redução do risco ambiental ao drenar o tanque.

A separação da água e óleo se dá pela diferença de densidade, o óleo fica na camada superior e a água na inferior, juntamente com a água existem sedimentos, emulsões e borra.

Dessa forma, as medições tradicionais ficam extremamente comprometidas, causando enorme dificuldade aos operadores de refinarias e terminais de logística. Seja medição manual, capacitiva ou por empuxo, todas elas se tornam ineficientes na determinação da interface.

Encontramos a solução ao estudar os instrumentos de impedância fabricados pela Aquasant MT em Bubendorf na Suíça.

Este principio se baseia na determinação combinada da condutividade e constante dielétrica, fazendo com que cada produto tenha características próprias, ou seja, um “DNA”, um produto nunca tem um valor igual ao outro.

Na aplicação água e óleo, a performance é excelente, trata-se de um produto aquoso em um produto orgânico, ou seja, com valores bem distintos.

Além disso, borra e impregnação não são problemas para medição de impedância pois o espectro de medição é bem amplo e radial, é imune a incrustação. Na região emulsionada é quantificado o percentual de água no óleo.

O sistema tem 3 componentes: um sensor de interface, um sensor de impedância tipo anel e uma unidade eletrônica de controle.

O sensor de interface (Bar probe) mede o nível de água no tanque. Este sensor, interligado na unidade eletrônica de controle (MIQ), transmite o nível de água. A unidade de controle possui relés programáveis, um deles pode abrir a válvula e iniciar a drenagem.

O sensor tipo anel (ring probe) fica instalado no dreno do tanque, com a função de identificar o produto que passa pelo dreno (óleo ou água).

O sistema é configurado para operar da seguinte forma:

É estabelecido um limite máximo de água no tanque. Uma vez que este limite seja atingido, acionará um contato na unidade eletrônica de controle (MIQ), que abrirá a válvula de drenagem. A partir deste momento, a ring probe irá verificar qual produto está passando pelo dreno.

Assim que a ring probe detecta o primeiros traços de óleo, o valor da impedância é alterada. Desta forma, a válvula de drenagem é fechada impedindo a contaminação do meio ambiente.

Ao longo do processo o nível de água é monitorado e medido em tempo real através da Bar probe.

 

Principais vantagens:

  1. Aumento da capacidade operacional do tanque
  2. Maior segurança nas operações, considerando que não haverá intervenção humana.
  3. Garantia de proteção ao meio ambiente, a água drenada vai estar limpa.
  4. Simplicidade operacional, suprime tarefa específica de medição manual e drenagem assistida.

 

Sobre o autor

Andre Steiner administrator

Deixe uma resposta